04/09/2013

Colecionadora de memórias

Segunda-feira é dia de educação física na escola. Segunda-feira, de modo, é dia de acordar cedo e caminhar bastante. Mas tudo bem, caminhar nem é tão ruim assim e a segunda-feira não é o bicho de sete cabeças que a maioria das pessoas pensa que é. Como sempre, minha mãe chegou até meu quarto com aquele jeitinho de acordar a gente com um tom bem alto de voz, abriu a janela, me entregou o café e logo disse naquele tom bem alto e gentil que só ela tem que estava na hora de levantar. É mais fácil levantar da cama quando o dia está bom, mas esse não era o caso.

Como sempre, me arrumei bem rápido e logo sai de casa com o meu tradicional fone de ouvido. Só porque não consigo andar quinze minutinhos sem ouvir ou cantar alguma música. E não seria algo legal eu sair cantando rua afora, ainda mais com o péssimo gosto musical do pessoal da minha cidade. Finalmente, cheguei na esquina de casa naquele meu jeito que chego sempre: cansada! Mas calma aí, ainda falta cerca de quatorze minutos até a chegada na escola. E caminhar quando se está com sono não é uma das melhores coisas a se fazer, principalmente quanto as suas pálpebras estão mais cansadas que as suas próprias pernas.

De certo modo, me canso bem rápido para fazer um pequeno circuito de quinze minutinhos, mas tem que levar em conta que o trajeto da minha casa até escola é cheio de sobe e desce. Ainda estava escutando música, a mesma de quando sai de casa, isso porque é mania ficar escutando sempre a mesma música. Caminhar, caminhar, caminhar... Hunf! Mas estava tão cansada que nem poderia reclamar, por isso resolvi fazer essa coisa ruim se tornar algo bom. Caminhar é bom, mas não quando o clima não esta as mil maravilhas e nem quando você sabe que quando chegar no seu destino, vai ter que fazer vários exercícios.

Tirei os sete minutinhos que ainda restavam pelo caminho para tentar organizar um turbilhão de ideias e pensamentos á parte, que na real eu sempre organizo na hora de estudar. O problema de uma cabeça confusa é igual a um quarto bagunçado: nunca se sabe por onde começar. Por isso, optei por organizar os deveres, trabalhos e todas essas coisas de escola num cantinho do meu cérebro. Depois, guardei um lugarzinho especial para os meus sonhos, outro pelo blog, outro por livros e um bem grande para tudo que eu gosto. Vocês já tentaram organizar suas memórias? Pois foi isso que eu guardei nesse espaço do cérebro: memórias! Ruins, boas, ótimas, tanto faz... São memórias, não são? Memórias das antigas, daquelas bem espirituosas e daquele tipo que você sabe que um dia vai precisar. Afinal, as memórias são que nem um quarto bagunçado: cheio de coisas que você sabe que um dia vai precisar, ou não...

11 comentários:

  1. Memórias, ai está uma coisa que a gente nunca vai conseguir viver sem. Eu não consigo me desfazer de nada que me traga lembrança de algum momento da minha vida. Tenho até uma caixa de sapato no guarda roupa pra isso.

    http://elaqueescreve.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Segunda feira é complicado,mais não tem como checar na sexta sem passar pela danada segunda,não tem como comemorar uma vitória sem antes passar pela luta né srs.
    Adorei seu texto!
    Beijos!

    Brilho de Glitter
    FAN PAGE | FLICKR | INSTAGRAM

    ResponderExcluir
  3. muito lindo seu trabalho o LAYOUT É INCRÍVEL estarei sempre por aqui se me segue me avisa que sigo de volta

    BLOG:http://charmantye.blogspot.com.br/

    FANPAGE: https://www.facebook.com/Charmosa.cleidianesouza?ref=hl

    YOUTUBE: http://www.youtube.com/watch?v=3CEzhIkmWew&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  4. Que capacidade INCRÍVEL de produzir texto você tem! Impressionada... sério! Tem uma tag no meu blog que dá chance para textos de leitoras aparecem por lá. Que tal, hein? Se quiser saber como participar, está aí o link:http://goo.gl/7jFmO2

    Beijos da Lu!

    ResponderExcluir
  5. NOSSA, adorei! Tamanha simplicidade e humildade você tem!! Percebi isso pelo seu texto!! Me identifiquei muito; E vou tentar organizar as minhas memórias do jeitinho que vc falou!! Adorei, Bjus :*

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu texto, é leve e prende até o fim, parabéns!
    Logo logo vou fazer a resenha do Bling Ring, to terminando de ler o livro e ai vou fazer uma resenha comparando o livro com o filme...
    Também adorei o seu blog, e segui!
    Beijos

    http://voudefloral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. q lindo esse texto tenho uam amiga q vai amar vou mandar p ela hehe
    http://mimosteenn.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei, muito lindo o texto e todo mundo já viveu uma segunda feira assim.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto, com certeza já vivi isso..

    Beijos :*
    Nevando em Nova York

    ResponderExcluir
  10. Achei o texto da minha segunda <3 haha. Ótimo texto, simples e gostoso de ler, bjss!

    http://nossamelhorfase.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gostei do seu blog, e estou seguindo te aguardo no meu http://gospelcards.blogspot.com.br/
    Bjs...

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo