08/10/2013

Infância


Infância...melhor parte da vida que não volta mais, que você fica louco para crescer logo e depois percebe que o mundo não é aquele conto de fadas que você via nos filmes. Infância. O que você lembra ao ouvir essa palavra? Eu me lembro bem de quando era uma criança inocente, que pensava que a vida era um conto de fadas, sem nenhum problema. 

Me lembro de acordar bem cedo e tomar café da manhã o mais rápido possível e correr com meus cobertores para a sala ver desenho, sem ter nada para me preocupar e ficar lá vendo desenho até hora que ir para a escola, e que minha única preocupação era não esquecer de levar meus brinquedos e meus lápis de cor para brincar. De chegar lá e não ter tantas preocupações, matérias e coisas para memorizar igual hoje, e de sair de lá a tarde com a maior felicidade do mundo. Sem lição de casa, sem nada para me preocupar. 

Lembro-me também muito bem das brincadeiras de correr atrás dos garotos na escola ou de brincadeiras de meninos contra meninas, e de fingir que eramos namoradinhos, e não víamos malícia em nada. Também tenho uma saudade imensa de ficar brincando de bonecas ou chamar minhas coleguinhas em casa e brincar, e a única situação preocupante que teríamos que enfrentar seria a de escolher quem era quem na brincadeira.

Lembro bem de acordar com minha mãe me chamando de doçura e mexendo no meu cabelo de manhã, lembro-me até de suas broncas e dela brigando para eu guardar os brinquedos e ir para o banho. Seus abraços apertados que me deixavam até sem fôlego e ouvir ela falando o quanto me amava quando precisava de alguém para me animar.

Outra coisa que não poderia esquecer era minha alegria para as datas comemorativas, o quão ansiosa eu ficava para meu aniversário chegar logo e abrir milhões de presentes, o Natal em que eu tentava ficar acordada até o mais tarde possível para tentar ver o "Papai Noel", preparava até biscoitos com leite e sempre deixava meu sapatinho na janela, e não poderia esquecer do Coelhinho da Páscoa e dos milhões de ovos de chocolate que ganhava e do Dia das Crianças, que sem dúvidas também era um dos meus favoritos. Essa era a época que eu acreditava no Papai Noel, Coelhinho e ganhava tudo que pedia... que saudades.

Aquilo parecia tão bobo e hoje vejo o tanto de saudades que sinto de tudo aquilo, e vejo que a vida não é aquela maravilha que nós sonhávamos, e que a vida sem preocupações não existe mais. Feliz dia da criança para você que será eternamente uma.

11 comentários:

  1. Me identifiquei muito com o texto, que saudades da infância. :( Falo isso quase todos os dias.

    BLOG: NAHBOA?!
    FANPAGE: NAHBOA?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho muitas saudades, mas não dá para voltar no tempo \:

      Excluir
  2. Deu nostalgia, infância é tudo de bom né <3 bate uma saudade, pena que não da para voltar no tempo T.T
    Beijinhos
    Instagram
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, dá uma saudades imensa!
      Beijos

      Excluir
  3. E é por isso que eu costumo dizer que eu era feliz e não sabia. O que é verdade né? Até porque quando eu era pequena, sonhar não era perda de tempo, hoje em dia é correr atrás e fim.

    xx,
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eramos felizes e não sabiamos. Hoje em dia sonhar é sonhar, quase não muda nada..

      Excluir
  4. Poxa muito bom o texto pena que não dar para voutar neh, rs, to seguindo seu blog meu anjo poderia retribuir? Ficarei muito feliz,Beijinhos Mariiah *.* Complicada e Imperfeita Adolescente

    ResponderExcluir
  5. Olá, vim passando para divulgar o SORTEIO que abri hoje no blog!
    Prêmio: livro 'Claro que te amo + Kit de esmaltes' .. Vai perder essa? Não né?!! =D

    URL: http://www.chadecalmila.com/2013/10/sorteio-claro-que-te-amo-kit-de-esmaltes_9.html

    PARTICIPE E BOA SORTE !

    ResponderExcluir
  6. Que lindo o texto. ;0;
    Saudades da minha infância, rs. Tudo era tão bom, única preocupação era se o machucado ia arder no banho. hahaha
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! hehe. Fazia tempo que não escrevia nada e gostei do resultado.
      Nossa, como pude me esquecer do machucado ardendo no banho? Isso sim, era uma das grandes preocupações haha
      Beijos

      Excluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo