22/02/2014

"Quem é você, Alasca?"























Se pudesse escolher somente uma palavra para definir a leitura de “Quem é você, Alasca?” escolheria complexa. Não que o livro seja ruim, mas a leitura acaba exigindo muito mais do que apenas ler o livro. Requer, dentre muitas outras coisas, atenção. Seja aos personagens, á escrita ou ao cenário. Basicamente, tudo depende de nós, leitores.

Miles decide ir estudar em um internato – o mesmo que o seu pai e seus primos/tios estudaram – pelo simples motivo de querer descobrir o “Grande Talvez” da vida. Como todos nós, ele é viciado em alguma coisa, mas acredite, não é videogame. Ele só decora (ou “guarda”) as últimas palavras de todo mundo.


No tal internato – chamado Culver Creek – ele divide o seu quarto com o Coronel, que é amigo de Alasca que é amiga do Takumi no que acaba que Miles acaba fazendo amizades bem rápidas  - e verdadeiras. Miles acaba sendo conhecido como Gordo, pelo simples motivo de o apelido ser o oposto do que ele realmente é. No mais, Miles era como um garoto exemplar, mas isso acabou mudando no que ele entrou para a escola.

  

Essa é parte “Antes” do livro. Na parte “Depois”, Coronel, Takumi e Miles estão devidamente enlouquecidos procurando pistas por todos os lados. Querem, de uma vez por todas, descobrir o que realmente aconteceu.

Por fim, a leitura fluiu super bem - li o livro em dois dias! – e desperta muita curiosidade e interesse. Uma coisa que eu não costumo falar nas resenhas, mas não posso deixar passar especialmente nessa aqui: a textura da capa é maravilhosa! Assim que a toquei, tive a incrível sensação de querer abraçar o livro.

Editora:  Martins Fontes
Páginas: 229
ISBN: 9788578273422

12 comentários:

  1. Minha amiga tem o livro e vai me emprestar! Quando li a sinopse eu não me interessei tanto, então para não me arrepender vou pegar emprestado mesmo, hahaha. Adorei sua resenha! Leu em dois dias? Nossa ♥.♥

    Beijos,
    http://diariodasquatro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aaaaah abraçar livros :3 hahaha Esse livro tal como o Cidades de Papel estão na minha wishlist, espero lê-los o mais rápido possível!

    Beijoo Nat,
    Coisa da Lud

    ResponderExcluir
  3. Ah livros com esse são tão bons de ler, nos prendem totalmente a outro "mundo".
    Beijos ;*

    http://girlbeinggeek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. ahhhh que lindo *o*
    nunca tinha lido uma resenha de quem é você alasca, mas adorei a sua!
    e fiquei com curiosidade sobre a capa heheh adoro capaas diferntes!
    seu blog é lindão <3
    beijosss
    Call me Lari blog

    ResponderExcluir
  5. Sempre me apaixono ainda mais por este livro quando leio resenhas, mesmo sem ter lido o próprio.

    Beijos,
    http://posrealidade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Awwn, quero muito ler esse livro! *-*

    Blog:
    http://rosaachiiclete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ótima resenha!
    Me interesso mais e mais por esse livro a cada post que leio sobre ele!
    Beijos
    Quarta Estação

    ResponderExcluir
  8. Sempre ouço falarem deste livro, parece ser legal
    Beijos
    http://teenworld23.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho o livro, mas ainda não li. To curiosa :D
    Beijos

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  10. Já ouvi algumas resenhas do livro, mas confesso que não tenho muito interesse... =/
    Beijos

    Brilho na Make

    ResponderExcluir
  11. Estava louca para ler o livro, minha irmã fala tanta coisa maravilhosa sobre ele. Dá pra se identificar com alguns pensamentos da Alasca, ela tem uma personalidade muito forte. Gostei muito da resenha e fiquei impressionada, você lê muito rápido hahaha

    Beijinhos.
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá Natália! Esse livro está na minha meta de leitura desse ano, toda vez que começo, por algum motivo não sinto interesse e paro, mas vou me concentrar pra ler, adoro os livros dele.

    Beijo

    http://eventualobradeficcao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo