06/02/2014

Um dia, David Nicholls


A história de amor de Emma Morley e Dexter Mayhew começa no ano de 1988. Com seus vinte e poucos anos, eles se tornam grandes amigos e só começam a se conhecer depois do dia da formatura.

Emma tem uma vida ruim: apesar de ter sido uma boa aluna durante a faculdade, não consegue arranjar nenhum emprego do qual ela realmente gosta. Briga com seus pais, passa o tempo que não está fora de casa no seu apartamento que é um cubículo, e, de fato, é uma solteirona. Dexter, já tem a vida melhorada: mulherengo, apresentador de televisão e, ao que parece, possuí uma boa casa depois de alguns tempos. Só que ele joga todo o seu dinheiro fora no álcool, de forma que quase sempre briga com seus pais e com Emma por causa disso.

Os dois levam muito tempo para perceberem que realmente se merecem, e, quando finalmente percebem, podemos dizer que já era tarde demais. Como eu disse, a história começa em 1988 e termina em 2007.


Não sei se foi a expectativa grande demais com o livro, ou as grandes descrições que ele tem, mas o que aconteceu foi que eu não gostei da história. A leitura estava ótima até a página cem, tanto que comprei até outro livro do autor. Mas, a partir daí, a leitura só foi caindo, caindo, e caindo...

Ao abrir o livro, eu estava naquela coisa de "a incrível história de amor com um final feliz". E embora a história de amor seja incrível, o final não é feliz. E embora a ideia da história seja totalmente original, por assim dizer, ela acabou ficando cansativa demais. Inquieta demais. Demorada demais. E, por ser justamente uma história de amor, eu achava que meu coração iria dar aqueles pulinhos de alegria como ele faz com outros bons livros de romance.

De qualquer forma, existem outras centenas de pessoas que amam o livro e o classificam como o "melhor livro do ano", de forma que minha opinião acaba sendo meio que em vão, já que tantas pessoas adoram Um Dia. Mas a questão é: valeu a pena? De fato, valeu. Aprendi várias coisas com o livro e persisti nele, não pensando em parar a leitura nunca, porém, não. Infelizmente eu não o leria novamente.

Editora: Intrínseca
Páginas: 411
ISBN: 9788580570458

Quem quiser saber mais sobre, a Intrínseca tem uma página só para o livro. Confere aqui.

7 comentários:

  1. Tem filme desse livroooo, né? Pelo menos já ouvi falar! E fiquei mega curiosa pra assistir, mas n para ler hahahahaha Já me falaram que era bom, mas aparente ser muito "Nicholas Sparks", e romance não é muito a minha praia. Na verdade, n dispenso um romance, mas os do Nicholas Sparks me enoja huahuahuahua sla pq, n curto

    Beijos, @wonderlandwd
    official-wonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho este livro a quase um ano e ainda não consegui lê-lo. Acho ele muito parado. Já peguei pra ler duas vezes e não sai do segundo capítulo. Sei lá... acho que demorará um pouco até conclui-lo.

    Beijin,
    posrealidade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Mesmo eu tendo visto o filme antes, foi com tapas e socos em mim mesma que me vi amando o livro. "Sua masoquista, você sabe que isso não termina bem, por que insiste?"
    Porque eu, diferentemente de você, achei o livro maravilhoso! Achei tão sublime, tão... Ai, é um dos meus livros favoritos e meu soco no estômago predileto!
    Mas tenho amigos que também não gostaram e às vezes fico: Oh, God, why? haha
    Bom ler opiniões diferentes mesmo assim! Gostei da resenha

    www.fb.com/balburdiainterna

    ResponderExcluir
  4. Eu já li esse livro, ele é ótimo :) Ótima indicação :)
    Hay - http://blogsalsita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu já assisti o filme "Um Dia" (feito em cima do livro), e mesmo diante da TV a história às vezes fica meio cansativa. O engraçado é que, depois que eu terminei de conferi-lo, acabei gostando. Sabe, por causa daquele momento reflexivo que vem em seguida ao término de um filme (ou livro) que faz a gente ganhar um montão de novas filosofias...

    Certo, o que eu disse ficou muito confuso, mas acho que deu pra entender (ou não).

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li este livro, mas morro de vontade.
    Muitas pessoas tem opiniões bem negativas relativas a ele, mas mesmo assim eu tenho um certo interesse. Apesar de já ter visto o filme e saber um spoiler imenso ~Emma morre~.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. oOI linda , eu estou lendo esse livro e não consigo ler mais de dez paginas sem parar e deixa-lo de lado . Eu resolvi assistir ao filme antes e não consigo aceitar o final da historia o que me deixa meio desanimada para le-lo . Concordo plenamente com sua opinião .
    Blog: estacaonoventae7.blogspot.com

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo