08/09/2014

Do lado de cá


E com as flores do campo, eu lhe disse olá. Ele do lado de lá e eu do lado de cá. Mesmo sem lhe ver, eu também lhe disse olá. E mesmo sem lhe sentir, iniciei a conversa. E mesmo sem conhecê-lo, eu caí no papo dele. E mesmo querendo não estar ali, eu comecei a perguntar. E mesmo sem querer estar ali, eu comecei a responder.

E mesmo não querendo ir embora, eu fui. E mesmo eu não querendo que ele fosse embora, ele foi. E mesmo eu querendo voltar, eu não voltei. E mesmo eu querendo que ele voltasse, ele não voltou. E mesmo que todo mundo nos dissesse que nosso relacionamento era um beco sem saída, eu não ligava. Eu só queria viver intensamente aquilo que nem deixaram começar.

5 comentários:

  1. Eu realmente gostei deste texto. gosto que a história tenha sido contada de maneira rápida mas a mostrar o "contraste" entre ele e ela
    refugio-acessivel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu amo ler coisas assim... Me deixam bem pensativas, sobre tudo! Sobre minha vida, sobre meus pensamentos.. Textos assim são realmente bons.

    Corre dar uma olhadinha no blog. s2
    http://dentrodamochila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. "Sei que faço isso pra esquecer, eu deixo a onda me acertar e o vento vai levando tudo embora"... Nossa, Legião Urbana é muito amor! Seu post, idem.

    Algumas histórias parecem acabar sem um final. E nós, ávidos por saber o que deveria ter acontecido e sem a menor possibilidade para tal, somos obrigados a nos contentar apenas em ler páginas reviradas, reviver um pouquinho do passado.

    p.s: como prometido, acabei de divulgar na fan page do Jeito Único a sua iniciativa em participar do árduo projeto dos pixels memoráveis ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nat!

    Que texto fofo, adorei! Super criativo da sua parte e muito bem ritmado =)

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Cara, que lindo ♥
    Beijos
    http://teenworld23.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo