01/02/2016

Sabores


Doces lembranças que remetem àquilo que um dia foi meu. 
Amargas esperanças que me obrigam a dizer adeus.
Com o coração já ácido, o salgado percorre minhas bochechas confirmando a saudade.

Sabores: das idas, das vindas. Da vida.

7 comentários:

  1. oi, oi.

    que foto linda. eu tenho mania de ficar tirando fotos do por do sol por achá-lo. adorei tbm o quote. <3

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nati!
    Huuuum... está toda poeta :)
    Nada como o sol para inspirar as pessoas.
    Adorei o seu texto.
    E preciso dizer que sou encantada pelo cabeçalho do seu blog <3

    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
  3. Ah Nat, tu e teus maravilhosos versos <3 Da vontade de fazer um livro com eles e uma ilustra pra cada um ♥ Beijão amiga!

    Coisa da Lud

    ResponderExcluir
  4. Que lindas tuas palavras, adorei <3
    E se encaixa a minha situação
    www.camilakellen.com

    ResponderExcluir
  5. Que bonito esse poeminha, meio triste; mas bonito!!

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bem profundo o seu texto.
    Gostei bastante :)
    Obrigada pela visita no meu blog e volte sempre!

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo