11/05/2016

Para reclamar menos da vida




Recentemente assisti a alguns filmes bacanas e resolvi vir mostrá-los aqui, já que são roteiros extraordinários que nos causam um misto de sentimentos, bons e ruins, e que cada segundo assistido vale a pena.


Para sempre Alice conta a história de uma mulher já adulta que descobre estar com alzheimer precoce. Diante de tal fato, presenciamos uma história envolvente que retrata a evolução da doença de forma singela e enlouquecedora.

O drama é incrível e é um filme espetacular que certamente leva cada pessoa a uma reflexão diferente. É triste e é o retrato de algo real. E por isso se torna mais triste ainda. A união familiar é algo que está em constante discussão durante a trama, e talvez isso que torne esse filme ainda melhor.


O quarto de Jack conta a história real de uma jovem vítima de sequestro que viveu sete anos em um quarto miserável. Estuprada todos os dias, nos deparamos com a protagonista no início do filme já mãe de um menino, lutando para dar ao filho aquilo que pode.

Tão triste e tão real quanto Para sempre Alice, esse é outro filme que nos faz pensar. Na vida, sobretudo. No quanto tudo poder mudar em questão de minutos. No quanto uma vida inteira pode passar aos seus olhos. É excelente, genial e assustador, tudo ao mesmo tempo.

São dois filmes completamente diferentes, mas que falam tudo sobre situações complexas que muitas vezes passam despercebidas aos nossos olhos. Genuínos e fiéis do começo ao fim, são ótimos para serem assistidos por aquelas pessoas que adoram reclamar da vida por besteira

3 comentários:

  1. Minha mãe já viu Para sempre Alice e amou e eu já vi o Quarto de Jack e já entrou para minha lista de filmes favoritos!

    historiasdeumamenteinquieta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. oi, oi.

    já assisti aos dois filmes e, ó, ambos me emocionaram bastante. sempre que posso, recomendo a todos.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  3. Ah, adoro esse tipo de indicação! Já assiste esses dois filmes e são incríveis.
    O Quarto de Jack eu assisti esse ano e achei genial e assustador também. E Para Sempre Alice assiste ano passado. Eu acho que criei muita expectativa, mas acho ele muito bom! Enfim, são filmes que merecem todo o reconhecimento do mundo.

    Beijos || Quebrar o Silêncio

    ResponderExcluir

« »
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo