11/03/2017

Quem eu sou de verdade?


É essa sensação de ter algo que não tenho, esse desejo misturado com anseio. É essa maluquice e essa insegurança. É essa confusão. Esse medo e essa angústia. É esse turbilhão de coisas aqui dentro, no centro do peito, que fazem de mim quem eu sou de verdade.

É esse olhar desconfiado, esse sonho mal criado. Essa esquisitice e essa dúvida.

É esse quebra cabeça de personalidade sendo lapidada, de vida sendo construída, de incerteza e de saudade... É tudo isso e mais outro tanto que faz de mim quem eu sou verdade.

Um comentário:

  1. Tão bonito, Natália! Venho-me lapidando também. Ainda. Talvez para sempre.

    p.s.: amo essa florzinha silvestre da foto! Fotografei-a também, e a usei para estampar um post antigo do blog (este: http://www.asmoscasnajanela.com/2014/09/130914.html)

    Abraços e um semana linda para você!

    ResponderExcluir

»
© Leve como a brisa - 2017. Todos os direitos reservados. Design e conteúdo por Natália Pacheco. Tecnologia do Blogger. imagem-logo imagem-logo imagem-logo